Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

VELHO GATO SÁBIO

Os gatos são uma fonte inesgotável de conversa para quem, como eu, há muito se rendeu completamente à sua sublime beleza e ancestal sabedoria...

VELHO GATO SÁBIO

Os gatos são uma fonte inesgotável de conversa para quem, como eu, há muito se rendeu completamente à sua sublime beleza e ancestal sabedoria...

Caríssimos amigos gatófilos e demais visitantes

Deixem aqui os vossos comentários, enviem "coisas de gatos" para o nosso e-mail: velhogatosabio@gmail.com e espreitem a página VGS no Facebook: Isabel Santos Brás (Velho Gato Sábio). Obrigada pela vossa visita. Voltem sempre!

Citação sobre gatos em destaque

“O tempo passado com os gatos nunca é desperdiçado.” May Sarton

Alimentos impróprios para gatos

vgs_foto5_2017.jpg

 

“Prevenir é melhor do que remediar”, diz o velho ditado, é sábio e aplica-se aos nossos hóspedes gatos. Vimos que em relação às plantas em casa é melhor não arriscar com algumas espécies. Com os alimentos a atenção deve ser igualmente redobrada. Existem alimentos que são absolutamente proibidos, pois os danos que provocam nos gatos são enormes, alguns são mesmo letais.

 

Vejamos quais os alimentos a evitar:

  •  Alho – a alicina provoca a destruição dos glóbulos vermelhos, levando a anemia hemolítica, com sintomas como letargia, fraqueza, depressão, diarreia.
  • Batata crua – a solamina, provoca problemas no sistema nervoso e distúrbios gastrointestinais.
  • Café – a cafeína, se o consumo for excessivo, pode causar problemas hepáticos, coma e morte do animal.
  • Carne crua - pode conter bactérias como a Salmonella e a coli., muito nocivas para a saúde do animal.
  • Cebolas e cebolinho – contêm dissulfeto de alipropila que causa os efeitos descritos para o alho.
  • Chocolate – a treobomina pode causar, se o consumo for excessivo, problemas hepáticos, coma e morte do animal.
  • Fermento – provoca gases que podem causar dores e em casos graves até mesmo rutura do estômago ou intestino. Por conseguinte, nada de dar ao gato bolos e pão, e muito menos massa fermentada.
  • Fruta e suas sementes – a persina, substância que se encontra na polpa, na casca e no caroço do abacate, causa diarreia nos gatos; as cerejas, os citrinos e os diospiros podem causar vómitos e diarreia; as sementes provocam inflamação e obstrução intestinal.
  • Leite e derivados – muitos gatos são intolerantes à lactose. Pode provocar diarreia, problemas digestivos e pedras nos rins.
  • Nozes – provocam problemas gastrointestinais (vómitos e diarreia) e respiratórios (espirros e tosse).
  • Ossos e espinhas – podem causar laceração e obstrução do aparelho digestivo.
  • Ovos crus – a avidina inibe a formação da biotina e impede assim a absorção no instestino. Podem aparecer problemas dérmicos (na pele e pêlo), para além do risco de salmonelose.
  • Pastilhas elásticas – contêm xilitol, adoçante artificial, que causa graves problemas hepáticos.
  • Peixe cru – a tiaminase metaboliza a tiamina, o que leva a perda de apetite, convulsões e em casos graves, à morte.
  • Pipocas – podem provocar asfixia, e o sal pode causar desequilíbrios electrolíticos, o que dá origem a insuficiência renal.
  • Tomate – sobretudo o tomate-cereja causa problemas sérios gastrointestinais.
  • Uvas e passas – causam vómitos, diarreia, letargia, perda de apetite e insuficiência hepática e renal, e em casos sérios, levam à morte.

 

Não só não podemos dar ao gato lá de casa nenhum destes alimentos, como inclusivamente é preciso mantê-los afastados do seu alcance. Muita atenção aos armários mal fechados, ao balde do lixo, e aos alimentos guardados em sacos plásticos espalhados pela casa. Ele adora vasculhar em todos estes sítios.

Companheiros cibernautas gatófilos em destaque este mês:

Love Meow