Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

VELHO GATO SÁBIO

Os gatos são uma fonte inesgotável de conversa para quem, como eu, há muito se rendeu completamente à sua sublime beleza e ancestal sabedoria...

VELHO GATO SÁBIO

Os gatos são uma fonte inesgotável de conversa para quem, como eu, há muito se rendeu completamente à sua sublime beleza e ancestal sabedoria...

Caríssimos amigos gatófilos e demais visitantes

Deixem aqui os vossos comentários, enviem "coisas de gatos" para o nosso e-mail: velhogatosabio@gmail.com e espreitem a página VGS no Facebook: Isabel Santos Brás (Velho Gato Sábio). Obrigada pela vossa visita. Voltem sempre!

Citação sobre gatos em destaque

“O tempo passado com os gatos nunca é desperdiçado.” May Sarton

Gatos marinheiros na Grécia antiga

vgs_21.jpg

 

Posseguimos a nossa “viagem com a máquina do tempo”, com o intuito de procurar compreender  um pouco melhor as origens do nosso enorme fascínio pelos gatos. Desta vez faremos uma breve paragem na Grécia Antiga, o berço da nossa civilização ocidental.

 

Também ali os gatos foram reconhecidos como seres especiais, portadores de boa sorte. Sobretudo a partir do século VIII a.C., os gatos passaram a fazer parte da tripulação dos navios gregos que cruzavam o mar com a missão de fundarem colónias na Itália e na Espanha, entre outras paragens mediterrânicas. Os gatos eram muito populares entre os marinheiros, os quais acreditavam que, por se encontrarem ligados às divindades atmosféricas, possuiam poderes mágicos capazes de manter afastadas as tempestades e de atrair os bons ventos. Além disso, caçavam os ratos que poderiam subtrair e causar danos nos mantimentos. Deste modo, os gatos davam-se muito bem a bordo, por quanto eram tratados com amor e respeito. E não apenas nos navios. Em Atenas, por exemplo, seriam numerosas as casas que albergavam gatos, considerados amigos dos proprietários.

 

A mitologia grega presta-lhes a devida honra, associando-os a Artemisa, a deusa da Lua, da caça e dos animais. Possuia o poder de se transformar num gato, ou de entrar no seu corpo. Será por isso que os gatos têm uma relação especial com a Lua? Eram igualmente considerados um símbolo de sabedoria, tendo por isso caído nas boas graças de Atena, a deusa que presidia à sabedoria, civilização, guerra e estratégia de guerra, artes, justiça e habilidades.

 

A destoar esta elevada reputação, encontramos nas fábulas de Esopo o gato retratado como um animal astuto que não olha a meios para atingir os seus fins. Porém, felizmente que nesta vida a medalha apresenta sempre duas faces, e podemos escolher aquela em que apostamos a alma e o coração. Assim, em vez de seguir os ecos negativos, insensatos e infundados, na maioria dos casos os antigos gregos preferiram ver nos amigos gatos forças superiores. Isso rendeu certamente a sua vida naqueles tempos passados numa aventura feliz com os seres humanos.

Companheiros cibernautas gatófilos em destaque este mês:

Love Meow

2 comentários

Comentar post