Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

VELHO GATO SÁBIO

Os gatos são uma fonte inesgotável de conversa para quem, como eu, há muito se rendeu completamente à sua sublime beleza e ancestal sabedoria...

VELHO GATO SÁBIO

Os gatos são uma fonte inesgotável de conversa para quem, como eu, há muito se rendeu completamente à sua sublime beleza e ancestal sabedoria...

Caríssimos amigos gatófilos e demais visitantes

Deixem aqui os vossos comentários, enviem "coisas de gatos" para o nosso e-mail: velhogatosabio@gmail.com e espreitem a página VGS no Facebook: Isabel Santos Brás (Velho Gato Sábio). Obrigada pela vossa visita. Voltem sempre!

Citação sobre gatos em destaque

“Eu poderia viver sem muitas coisas neste mundo. Mas não poderia viver sem a delicadeza e subtileza dos gatos” Amara Antara

A Irresistível Tentação de Coleccionar... Gatos

IMG_20150317_222339.jpg

 

Coleccionar gatos? - perguntarão algo desconcertados -, os gatos não se coleccionam! Concerteza que não, respondo eu com toda a tranquilidade. E nem sequer estou a pensar naqueles humanos que albergam nas suas casas, 6, 10, 15, 20 ou mais gatos. O que quero dizer é que nós, os gatófilos, não nos limitamos a amar os gatos em si, amamos igualmente as suas inúmeras representações.

 

Os humanos adoram representações. Tanto que por vezes excedem mesmo a própria essência. E a ajudar à festa, encontra-se a nossa inegável tendência de acumular coisas. Démos a esse fenómeno o pomposo nome de “coleccionismo”.

 

Quem ama gatos, ama tudo o que se relacione com eles e com o seu universo. Incluindo os objectos que os representam. Parece não haver limites para os suportes materiais que podem conter imagens do nosso caro felis silvestris catus: T-shirts, malas, porta-moedas, canecas, canetas, toalhas de mesa, pegas de cozinha, lápis, borrachas, blocos de notas, marcadores de livros, bijouteria, estatuetas e outros biblots, serigrafias, posters, papel de embrulho e sacos para presentes, ímans para o frigorífico, calendários... e sei lá mais o quê. Um gatófilo que se preze, tem de ter necessariamente em casa - para além do seu companheiro gato, centenas de fotos e vídeos do mesmo e livros de gatologia -uma parafernália de bugigangas acima mencionadas. Isto para já não falar de obras de arte para os gostos mais refinados e contas bancárias mais recheadas.

 

Recordo com saudade a minha primeira incursão numa loja especializada em artigos sobre gatos. Foi no longínquo ano de 1989, por ocasião da minha primeira viagem a Paris. Se não me engano, chamava-se “La Maison du Chat” e era absolutamente maravilhosa. Estamos a falar de há mais de duas décadas atrás! Claro que na época limitei-me a adquirir um marcador de livros e um bloco de notas (o pecúnio que andei muitos meses a juntar esvaíra-se quase todo em visitas a monumentos e museus), mas durante bastante tempo cirandei por ali a admirar encantadíssima os requintados serviços de porcelana, entre outros finérrimos souvenirs com imagens de gatos.

 

Texto e Imagem ©Isabel Brás 2015

 

 

Companheiros cibernautas gatófilos em destaque este mês:

Associazione Gatti d'Italia

2 comentários

  • Imagem de perfil

    VGS 04.04.2015 16:15

    Primeiro que tudo, é preciso ter a certeza de que a erva que adquirimos é mesmo a Nepeta cataria, a verdadeira erva-dos-gatos. Porque habitualmente a que se encontra à venda não é a mesma, por conseguinte, não possui as mesmas propriedades. Em segundo lugar, tal como alguns medicamentos não surtem efeitos iguais em todas as pessoas, o mesmo poderá suceder com os gatos. Como diria o outro: "Penso eu de que..." :-)
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.