Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

VELHO GATO SÁBIO

Os gatos são uma fonte inesgotável de conversa para quem, como eu, há muito se rendeu completamente à sua sublime beleza e ancestal sabedoria...

VELHO GATO SÁBIO

Os gatos são uma fonte inesgotável de conversa para quem, como eu, há muito se rendeu completamente à sua sublime beleza e ancestal sabedoria...

Caríssimos amigos gatófilos e demais visitantes

Deixem aqui os vossos comentários, enviem "coisas de gatos" para o nosso e-mail: velhogatosabio@gmail.com e espreitem a página VGS no Facebook: Isabel Santos Brás (Velho Gato Sábio). Obrigada pela vossa visita. Voltem sempre!

Citação sobre gatos em destaque

“Eu poderia viver sem muitas coisas neste mundo. Mas não poderia viver sem a delicadeza e subtileza dos gatos” Amara Antara

VIC: Very Important Cats

Existem alguns gatos que se tornaram mundialmente famosos. Uns porque são eles próprios “estrelas”, outros porque se encontram associados a “estrelas” humanas. São já bastantes os exemplos de gatos que desfilaram e desfilam na “passerelle” ao lado dos VIP, habitaram ou habitam nas suas luxuosas mansões. Desde políticos, como o atual presidente dos USA, Barac Obama e o ex-Presidente Bill Clinton, a atores como Marlon Brando, James Dean, Sean Connery, Morgan Freeman, Anthony Hopkin, Leonard Nimoy, John Travolta, Nicolas Cage, Steve Martin, Antonio Banderas, James Franco, entre outros, atrizes como Elisabeth Taylor, Jane Fonda, Nicole Kidman, passando por artistas como John Lennon, Kurt Cobain, Kate Perry, pintores como Picasso e Salvador Dali... a lista de famosos que amaram e amam gatos é bastante longa. Com a internet e principalmente com as redes sociais, passaram a ser muitos mais os gatos na ribalta.

 

Um dos gatos mais famosos de todos os tempos é Orangey que participou ao lado de Audrey Hepburn e George Peppard, no filme “Breakfast at Tiffany’s” (“Boneca de Luxo”), realizado por Blake Edwards em 1961. Este maravilhoso orange tabby foi o único gato a ganhar dois “Patsy Awards”, uma versão dos Oscares para animais atores de cinema.

 

Ainda no mundo hollywoodiano, recordam-se do mítico “Gone With The Wind” (“Tudo o Vento Levou”) de 1939? A atriz Vivian Leigh, que vestiu a pele de Scarlett O’Hara apaixonada por Rhett Buttler, interpretado pelo galã Clark Gable, era uma grande amante de gatos, tendo hospedado vários siameses ao longo da sua vida.

 

E que dizer do gato “Jinxy”, que proporcionou hilariantes momentos nos filmes “Meet the Parents” (“Um Sogro do Pior”) e “Meet the Fockers” (“Uns Compadres do Pior”) com o Robert De Niro e o Ben Stiller?

 

Sempre gostei da banda britânica “Queen”, e cresci a entoar muitos dos seus êxitos musicais. Pois bem, o seu carismático vocalista, Freddy Mercury, era um grande apaixonado por gatos. Tinha nove gatos, entre os quais uma gatinha de nome Delilah, de quem era particularmente afeiçoado e a quem inclusivamente dedicou uma canção. Aliás, quando editou o seu primeiro trabalho a solo, “Mr. Bad Guy”, Freddy Mercury dedicou-o aos seus gatos e aos gatófilos.

 

Uma das histórias de gatos famosos que mais gosto é a do Bob, aquele adorável gato inglês que acompanha James Bowen e que lhe mudou a vida. James era um sem-abrigo que tocava música nas ruas de Londres. Depois conheceu o gato Bob, escreveu livros sobre ele, e tornaram-se os dois mundialmente conhecidos e muito apreciados.

 

Ainda em Londres, encontramos no número mais famoso de Downing Street, Larry, o atual gato “oficial” da residência do Primeiro Ministro inglês, mas cuja “patroa” é na verdade Sua Magestade a Rainha Isabel II de Inglaterra.

 

E muitos mais haveria de nomear, mas por hoje fico-me por aqui.

Saudações cordiais. Isabel Brás

 

orangey_cat.jpg

Foto: Gato Orangey com Audrey Hepburn, no filme "Breakfast at Tiffany's".

Retirada da Internet com filtro "utilização para fins não comerciais".

 

Companheiros cibernautas gatófilos em destaque este mês:

Associazione Gatti d'Italia

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.